quarta-feira, 31 de março de 2010

"Passagem"

Muitos professores dizem que a passagem é a "assinatura" do repórter. Isso é verdade se estivéssemos na década de70, ou quem sabe 80. Hoje em dia, o "novo" jornalismo, exige cada vez mais o improviso, a proximidade do profissional com a comunidade e mais do que nunca a naturalidade aliada ao conteúdo. Por isso a passagem, mais do que nunca, passou a ter uma atenção redobrada. A dica: Ousar sempre. Mas lembre-se: cuidado para não se expor ao ridículo.

Um comentário:

bianca disse...

É de extrema necessidade que pessoas que queiram ser "Guilherme Mendes" quando crescer (tipo eu) tenham um blog como esse.
Parabéns pela iniciativa. Você está contribuindo e muito para a formação dos futuros profissionais. Admiro muito um profissional tão jovem como você ter uma bagagem tão grande e representativa.

Agora te prepara que vou te pertubar com meus posts.

Beijos Gui

Bianca
(A produtora, hahahaha)